Categories
Uncategorized

Low Carb

O Que É Dieta Low Carb?

A dieta low carb propõe reduzir a quantidade de carboidratos ingeridos.

A orientação em uma alimentação convencional é que 50 a 55% do que é ingerido no dia seja carboidrato.

Já nos métodos low carb, o macronutriente pode compor entre 45% a 5% do que é consumido em um dia.

É importante ressaltar que a redução extrema de carboidratos, algo abaixo de 40%, até proporciona o emagrecimento,

porém ele não será saudável e pode ter uma série de consequências graves para a saúde.

Quais alimentos incluem os carboidratos?

Os carboidratos incluem alimentos como arroz, macarrão, pão e batata.

Além disso, este método defende que seja priorizado o consumo de carboidratos de baixo índice glicêmico,

aqueles cuja glicose (açúcar) é absorvida em uma velocidade mais lenta e por isso não há picos de glicose e nem de insulina no organismo.

São exemplos de alimentos de baixo IG a batata doce e o arroz integral.

O consumo de alimentos integrais que são ricos em fibras também é estimulado neste método para emagrecer.

Conversamos com especialistas para entender quais são os prós e os contras deste regime.

Como a dieta low carb ajuda a emagrecer


Este método contribui para o emagrecimento saudável ao sugerir que a alimentação priorize os carboidratos de baixo índice glicêmico.

Isto porque quando um carboidrato é ingerido ele tem a glicose que será utilizada pela célula para obter energia.

Caso haja excesso de glicose, ela é estocada em forma de gordura e se for utilizada antes da próxima refeição não há ganho de peso.

Para que o organismo consiga queimar a gordura estocada é preciso liberar um hormônio chamado glucagon que irá retirar essa energia estocada.

Quando a dieta é rica em alimentos com alto índice glicêmico, ocorrem muitos picos de insulina e às vezes eles estão tão altos que o glucagon nunca é liberado.

Sem o glucagon a gordura que está estocada não é queimada e não há perda de peso.

Assim, quando a dieta prioriza a ingestão de alimentos de baixo índice glicêmico há uma alteração menor da insulina e consequentemente ocorre a produção de glucagon.

Quando há a presença de fibras e proteínas a liberação do hormônio também é mais eficaz.

Como ela emagrece?

Quando a dieta low carb propõe uma redução pequena de carboidratos, algo até 40% do que é ingerido no dia, ela também ajuda a emagrecer.

Não só o carboidrato, mas a proteína e principalmente a gordura devem ser bem controlados.

Com uma redução de 10% e com a melhora na qualidade do que será consumido,

a pessoa conseguirá não só um bom resultado, mas também uma reeducação de hábitos alimentares.

Benefícios da dieta low carb
Previne diabetes: Como este regime propõe ingerir apenas carboidratos com índice glicêmico baixo ou moderado,

ele pode ajudar a prevenir o diabetes tipo 2. Isto porque ao ingerir carboidratos de índice glicêmico alto,

ocorre um aumento do nível de glicose no sangue e consequentemente o de insulina.

Quanto mais insulina no organismo, mais ele se torna resistente a ela e é necessária maiores quantidades deste hormônio para transportar a mesma quantia de glicose,

aumentando o risco do quadro de resistência à insulina que pode evoluir para o diabetes tipo 2


Proporciona saciedade: As melhores fontes de carboidratos são aquelas que também possuem fibras, como o pão e o arroz integral.

A substância prolonga o tempo que o alimento fica no estômago e quando chega no intestino diminui a velocidade de absorção de glicose e assim não há picos de insulina.

Desta forma as fibras proporcionam saciedade
Auxilia na perda de peso:

Os carboidratos podem ser aliados na perda de peso quando consumidos de forma correta.

É importante optar pelas versões com índice glicêmico baixo ou moderado, pois, como já foi mencionado, elas contribuem para a queima do estoque de gordura do corpo.

Quantas vezes devemos nos alimentar ao dia?

Devemos sempre nos alimentarmos de acordo com as nossas necessidades

O ideal seria comer pequenas refeições de 3 em 3 horas totalizando 5 refeições ao dia,

porém, sei bem que as vezes na correria do dia a dia não conseguimos isso..

Então podemos alterar para 4 ou 3 refeições diárias com uma maior quantidade, mas sem abusar,

não deixando faltar nunca o café da manhã, pois quando acordamos o nosso corpo pede nutrientes para ligarmos nosso motor!

E sem esquecer também da água, o ideal seria 2 Litros por dia, sei que é difícil, então podemos começar com 1 litro e ir aumentando aos poucos..

Não podemos esquecer da qualidade dos alimentos ingeridos, não adianta fazer as 5 refeições diárias e beber 2 litros de água se as refeições não são adequadas..

Procure sempre comer no mínimo 1 fruta ao dia, comer sempre uma proteína mais pura

como peixe, peito de frango, ovo, entre outros..

Dieta Detox

A chamada dieta detox é um programa alimentar focado na eliminação das toxinas encontradas no corpo,

que podem ter origem ambiental ou serem obtidas por meio da alimentação.

O objetivo é a diminuição do inchaço corporal (acúmulo excessivo de líquidos),

melhora nos indicadores de saúde e também o emagrecimento. Além da perda de peso pela diminuição do inchaço,

o corpo passa a funcionar de forma mais eficiente para emagrecer.

Neste guia você terá todas as informações que busca da dieta detox, desde o cardápio completo até respostas para as principais dúvidas que as pessoas têm.

Geralmente, um plano do tipo envolve a redução da quantidade de toxinas ingeridas

e enfatiza o consumo de alimentos que sirvam de fonte dos nutrientes, vitaminas e antioxidantes que o corpo necessita para seu processo de desintoxicação.

A ingestão de comidas abundantes em fibras e água também é estimulada dentro de uma dieta detox,

graças ao fato de que juntas, as substâncias atuam na remoção de toxinas por meio do aumento do volume de urina e fezes.

Por que as pessoas fazem a dieta detox?

Acredita-se que as toxinas a ingestão de toxinas aliada a um quadro de deficiência nutricional,

que prejudica a habilidade de desintoxicação do organismo, pode resultar no acúmulo dessas substâncias no organismo.

A consequência disso é uma série e problemas como desequilíbrio hormonal,

função imunológica prejudicada, ineficiência do metabolismo

(o que torna o processo de perda de calorias e gorduras também mais ineficiente)

e sintomas como indigestão, lentidão, falta de concentração, dor de cabeça, mau hálito, fadiga, pele ruim e dores musculares.

Entre os benefícios prometidos pelo método estão a perda de peso, aumento de energia,

melhoria da pele e dos cabelos, da digestão e do funcionamento do intestino e aumento da concentração,

clareza, sensação de leveza e combate ao envelhecimento (ação anti-idade).


Como saber se preciso de uma desintoxicação?

Existe uma série de sinais que podem indicar que o organismo precisa passar por um processo de desintoxicação. A lista de sintomas inclui:

  • Falta de energia – já acordar cansado, sentir-se assim o dia todo, experimentando momentos de letargia;
  • Indigestão e prisão de ventre crônica, que é sinal de problemas no sistema digestivo, principalmente se o aumento da ingestão de fibras na dieta foi usado como tentativa para lidar com o problema e trouxe poucos resultados;
  • Diminuição do foco;
  • Sensação de depressão – saiba que há uma diferença entre sentir-se deprimido ou para baixo e ter depressão, enquanto livrar-se das toxinas pode até auxiliar o primeiro caso, o segundo deve ser tratado com a orientação de um médico;
  • Estar acima do peso ou sofrer com dificuldades para emagrecer;
  • Ter problemas para dormir, ficar revirando de um lado para o outro durante a noite;
  • Disfunção sexual – o organismo não recebe as vitaminas e minerais necessários para funcionar direitinho e isso também afeta os órgãos sexuais;
  • Dores de cabeça regulares sem explicação aparente;
  • Acordar com o corpo dolorido e rígido sem ter feito nenhuma atividade no dia anterior que justifique tal sensação;
  • Problemas na pele e reações alérgicas.

Como funciona uma dieta detox

https://cuidadoscomsaude.com/wp-content/uploads/2020/04/saite.jpg

Existem várias vertentes do método,

porém, em geral uma dieta detox prevê o consumo diário de uma quantidade bastante baixa de calorias e são e curto prazo,

ou seja, duram um pequeno período de tempo.

Enquanto algumas vertentes pregam um detox natural, com a ingestão de uma variedade de frutas e vegetais,

suplementos e bastante água, outras incluem o uso de pílulas e métodos de limpeza do cólon e do intestino.


Como fazer – Dicas para a dieta detox

Algumas dicas importantes que quem deseja aderir ao método para desintoxicar o corpo deve ter em mente são:

– Beber bastante água, o que ajuda na remoção de toxinas por meio das fezes;

– Tomar um chá desintoxicante diariamente – acredita-se que as bebidas ajudam a melhorar o sono, a limpar os fígados e os rins e acalmam.

– Tomar sucos detox feitos com frutas e vegetais e escolher alimentos orgânicos que contêm mais nutrientes e vitaminas e não trazem aditivos químicos;

– Consumir probióticos naturais para auxiliar a digestão;

– Dormir bem, a quantidade de tempo necessária para o descanso do seu corpo. Não durma nem pouco, indo deitar-se muito tarde, e nem em excesso, levantando tarde demais;

– Comer superalimentos em cada refeição com antioxidantes e nutrientes como vitaminas e minerais;

– Assistir menos televisão para manter a mente mais limpa;

– Escovar a língua para limpá-la de germes e bactérias;

– Usar farinha de banana verde no lugar das farinhas tradicionais – ela é conhecida por alimentar as bactérias do bem e combater as que não fazem bem, o que traz a saciedade, acompanhada da melhoria da absorção de nutrientes;

– Priorizar frutas cítricas que contêm uma substância chamada limonoide que estimula o fígado a liberar mais toxinas;

– Comer alimentos crus para garantir um bom aporte de agentes desintoxicantes como fibras e água;

– Consumir couve – a verdinha estimula enzimas que neutralizam as toxinas;

– Tomar chá de hibisco que combate a retenção de líquido causadora de inchaço e auxilia a queima de gorduras. Também ajuda a lidar com o açúcar no sangue.

– Beber chá verde com gengibre que acelera o metabolismo e o processo de desintoxicação;

– Comer maçã e brócolis – os alimentos são fontes de antioxidantes que atuam contra os radicais livres que causam doenças degenerativas e causam envelhecimento;

– Faça algumas mudanças prévias.

Para tornar o período na dieta detox mais fácil, antes de iniciá-la faça algumas mudanças na sua alimentação regular:

coma de forma saudável, corte o açúcar,

não exceda na ingestão de cafeína e álcool,

livre-se dos alimentos processados;

Cinco dias antes de iniciar a dieta detox também recomenda-se evitar a farinha que é difícil de ser digerida pelo corpo,

podendo causar desconforto digestivo e inflamação, cortar cafeína e açúcar, dormir bem e beber muita água;

– Diminuir o consumo de alimentos fontes de proteínas e produtos laticínios;

– Beber água morna com limão pela manhã para ficar energizado;

– Lembrar-se de mastigar bem os alimentos;

– Não aliar a dieta detox ao uso de medicamentos diuréticos;

– Ter bastante cuidado com os suplementos utilizados durante o período detox;

– Evitar fumar;

– Evitar consumir frutas secas;

– Não comer em excesso;

– Meditar 15 minutos por dia para desintoxicar a mente;

– Não retornar aos velhos hábitos alimentares nada saudáveis de comer guloseimas, fast food e produtos ricos em aditivos que devolvem as toxinas ao organismo.

– Escovar o corpo para retirar a pele morta e dar espaço para uma nova camada de pele, para que o órgão fique limpo e livre de toxinas;

Alimentos Permitidos

Categories
Uncategorized

Hello from Agius.Cloud to the World!

Welcome to WordPress. This is your first post. Edit or delete it, then start writing!